Portugal

Ginecologista abusou de doente durante consultas em Lisboa

Gostou do Artigo ?
Subscrever Notícias de Portugal

Ginecologista “introduzia os dedos nos órgãos genitais da vítima, dizendo que se tratava de um exame necessário”.

O Ministério Público acusou um médico ginecologista, que exerce em Lisboa de um crime de violação.

A acusação alega, que o médico “introduzia os dedos nos órgãos genitais da vítima, dizendo que se tratava de um exame necessário” nas consultas que lhe prestou entre agosto de 2016 e abril de 2017

A acusação acrescentou ainda  “Sabia estar a forçar a vítima à prática de atos sexuais proibidos por lei, bem sabendo que esta não os consentia”, destacando que “o arguido agiu para satisfazer os seus instintos libidinosos, sabendo que afetava a integridade psicológica da vítima”.

O Ministério Público pediu, como pena acessória em caso de condenação, a proibição de exercício de funções num período entre dois a cinco anos.

Gostou do Artigo ?
Subscrever Notícias de Portugal

Deixe o seu comentário: