Famosos

João Almeida obrigado a desistir do Giro

Gostou do Artigo ?
Subscrever Notícias de Portugal

Acabou o conto de fadas! E logo da pior forma…

João Almeida acaba de receber a péssima notícia que restou positivo à COVID-19 e, por esse motivo, terá de abandonar o Giro (volta à Itália), onde estava a abrir de espanto a boca do ciclismo mundial e a fazer uma prova estupenda.

Ainda ontem, João Almeida disseram que ia tentar lutar pelo pódio e que se tinha sentido muito cansado (provavelmente já sintomas da doença).

Agora vê o sonho do pódio esfumar -se e também a camisola branca, como confirma o seu team manager, Mauro Gianetti, da UAE Team Emirates.

É verdade, é verdade. É COVID. Ele não se estava a sentir muito bem ontem à noite e esta manhã e fizemos testes. Agora vamos fazer os PCR, mas o teste rápido é positivo. Ele está fora da corrida, tem sintomas leves. O mais importante é a saúde e que se recupere bem», explicou.

 

 

 

«É uma pena muito grande. Ainda lutava pelo pódio e a camisola branca estava praticamente garantida. É o que é, é a realidade que vivemos. Temos de enfrentar isto», lamentou.

Também o médico da equipa, Michele de Grandi, explicou o que aconteceu.

«O João acordou de noite com uma persistente dor de garganta e o teste deu positivo. Respeitamos rígidas de prevenção e, além de higienizar os ambientes que a equipa utiliza diariamente (carros, autocarros, quartos de hotel), mantemos os atletas em quartos individuais para limitar contatos muito próximos. No entanto, apesar dessas precauções, não há cem por cento de proteção”.

Recorda as palavras de ontem de João Almeida após a 17a etapa, a sua última.

Desde o início que não me senti bem, porque ainda não estava 100 por cento recuperado da última etapa. Foi muito dura e percebi que as minhas pernas não iam estar ao mesmo nível. Questionei-me se os restantes também não estariam assim, e percebi que afinal era só eu. Obviamente que é complicado voltar a estar na posição de perseguidor agora, mas não vou desistir e vou continuar a lutar. Faltam três dias e um contrarrelógio, o pódio ainda é possível”.

Não merecia! Muita força!

Gostou do Artigo ?
Subscrever Notícias de Portugal

 

Deixe o seu comentário: